Nas TRILHAS da alfabetização

Alfabetização e o TRILHAS

Papel da escola na alfabetização infantil

Jogos de linguagem e a importância de brincar

Curso gratuito de formação a distância para professores

01

O processo de alfabetização

A alfabetização é um processo que começa bem antes da instrução formal e não deve ser confundida com a escolarização precoce. Quando as crianças são expostas ao conteúdo sistemático com livros e diferentes textos, elas descobrem muitas informações sobre a linguagem escrita e sua aprendizagem vai resultar do que elas são capazes de deduzir a partir do que o ambiente lhes oferece. O objetivo nessa fase da escolaridade não é acertar, mas perder o medo de errar e ganhar coragem para arriscar, perguntar e entender.


[Conteúdo referenciado pelo Caderno de Apresentação - Página 5 ]

02

O papel do TRILHAS na alfabetização

Com o objetivo de colaborar para desenvolver a competência linguística das crianças tanto oral quanto escrita, o TRILHAS valoriza e cria condições para que as crianças tenham oportunidade de entrar no mundo dos livros, desvendar sua estrutura e conhecer a linguagem que se escreve mesmo antes de ser capaz de ler e escrever autonomamente. Com o compromisso de colaborar para que um número maior de crianças tenha a oportunidade de se desenvolver plenamente, para além do domínio instrumental da leitura e da escrita.


[Referenciado pelo Caderno de Apresentação - Página 7]

03

Qual o papel da escola

A escola tem um papel fundamental, pois é ela que cria ou não as condições e oportunidades para que as pessoas se tornem leitoras, possam construir cultura e ser usuárias da linguagem escrita. Com o apoio de um bom acervo de livros e jogos com a linguagem, é possível trabalhar a leitura e a língua em um contexto de realidade, compreendendo os processos de ler e escrever dos alunos. Por isso, a atuação do professor na sala de aula pode fazer a diferença, criando condições para influir sobre as fontes de informação que serão disponibilizadas e propiciando situações- problema que convidem as crianças a dar respostas a partir do que recebem. É assim que se avança, se aprende e se estabelece um vínculo saudável e estimulante com os livros e com o conhecimento.


[Referenciado pelo Caderno de Apresentação - Página 5]

As propostas de atividade ilustradas acima compõe o Caderno de Jogos, um dos materiais presentes no Kit TRILHAS físico.

04

Uso de livros e jogos de linguagem

Aprender a ler e a escrever são processos cognitivos diferentes. Para acompanhar o processo do aluno e inserir novos aprendizados na sua cultura, é importante atuar e propor atividades diversificadas que acompanhem o processo da criança. Os livros abrem uma porta para que elas se familiarizarem com os textos e, pouco a pouco, ganhem liberdade no universo da leitura e literatura. Por outro lado, ao propor situações em que as crianças joguem com a linguagem, contribui-se para que elas pensem sobre a escrita das palavras, considerando sua grafia e sonoridade, e possam refletir sobre a dimensão fonológica da língua.

05

Importância de brincar

As crianças possuem uma cultura, que é diferente da cultura adulta e brincar é uma parte muito importante dessa experiência. Trabalhar com jogos junto às crianças favorece que os princípios básicos característicos das aprendizagens nessa etapa da vida possam ser garantidos. Brincar não deve ser excludente de aprender, por isso partimos do pressuposto de que um trabalho bem-sucedido por parte do professor é aquele que de forma adequada cria um campo favorável à aprendizagem e à circulação da informação. Favorecer situações de jogos que apresentem às crianças oportunidades de novas descobertas e incentivem a criatividade pessoal, ainda que apoiadas na ajuda do professor, colabora para que se tornem independentes em pensamentos e ações.


[Referenciado pelo vídeo TRILHAS para Inspirar de Magda Soares e Caderno de Apresentações - Página 9]

Kit TRILHAS físico

06

O porquê de usar o TRILHAS

Acreditamos que a formação de leitores deve ser uma das prioridades da área da educação e, assim, esse tema precisa ter a atenção de todos. Para isso, oferecemos formação continuada para professores alfabetizadores e estudantes universitários, com propostas reflexivas e sequências didáticas em um conjunto de diferentes materiais que dão apoio para o trabalho em sala de aula. O TRILHAS traz para a rotina oportunidades para que as crianças de 4 a 6 anos tenham maior acesso à literatura infantil e, consequentemente, à leitura escrita. Imagine que você está colaborando para que, em cada sala de aula a que este material chegar, se ampliem as oportunidades de as crianças irem mais longe e superarem suas condições iniciais.


[Referenciado pelo Caderno de Apresentação - Página 5]

Baixe grátis o caderno de Indicações Literárias do Kit TRILHAS!

"Um bom alfabetizador é aquele que tem claro o que a criança faz com a escrita e o que a escrita faz com a criança. A escrita como objeto de aprendizagem ela impõe à criança algumas coisas e por outro lado, a criança em sua fase de desenvolvimento cognitivo, ela tem que ver o que ela faz com esse objeto."

Magda Soares, especialista em alfabetização.

Visite o Portal TRILHAS

O conteúdo desta página foi retirado e/ou embasado no material do kit TRILHAS®.